Casa Básicos Ciência Alcorão Sobre Nuvens há 1400 Anos

Alcorão Sobre Nuvens há 1400 Anos

1
Nuvens sobre a Mata Atlântica do Brasil

O Alcorão e as Nuvens

“A água se vaporiza dos oceanos e os rios formam minúsculas nuvens. As pequenas nuvens se juntam e as correntes ascendentes na maior nuvem aumentam. As correntes ascendentes mais próximas do centro são mais fortes porque são protegidas contra os efeitos de resfriamento pela parte externa da nuvem. Essas correntes ascendentes fazem com que o corpo da nuvem cresça verticalmente, então a nuvem está empilhada. Esse crescimento vertical faz com que o corpo da nuvem se estique nas regiões mais frias da atmosfera onde as gotas de água e granizo formulam e começam a crescer cada vez maiores. gotas de água e granizo se tornam muito pesadas para as correntes ascendentes para apoiá-los, eles começam a cair da nuvem como chuva, granizo, etc.” [De “The Atmosphere” p. 269 ​​e “Elementos da Meteorologia” pp. 141-142]

Agora, apenas por causa do argumento, vejamos o que os “cientistas muçulmanos” usaram para formular seus entendimentos há séculos com base na revelação do Alcorão (revelado 1400 anos atrás):

“Quando você não viu como Deus faz as nuvens se moverem gentilmente, juntas elas juntas e as transforma em uma pilha, e então você vê a chuva sair dela…” [Sagrado Alcorão 24:43]

Os meteorologistas conheceram recentemente esses detalhes da formação, estrutura e função da nuvem, utilizando equipamentos avançados como aviões, satélites, computadores, balões e outros equipamentos para estudar o vento e sua direção, medir a umidade e suas variações e determinar os níveis e as variações da pressão atmosférica.

O versículo anterior, depois de mencionar nuvens e chuva, o Alcorão fala sobre granizo e relâmpagos:

“… E Ele manda granizo das montanhas (nuvens) no céu, e Ele ataca com ele quem quiser, e a gira de quem quiser. O flash vivo de seu relâmpago quase cega a visão.” [Sagrado Alcorão 24:43]

Os meteorologistas descobriram que essas nuvens de cumulonimbus, aquele banho de chuva, atingem uma altura de 25.000 a 30.000 pés (4.7 a 5.7 milhas) como montanhas, como diz o Alcorão;

“… E Ele manda granizo das montanhas (nuvens) no céu…” [Sagrado Alcorão 24:43]

Agora, este versículo pode levantar a questão: Por que o verso diz “seu relâmpago” ao se referir ao granizo? Isso parece indicar que o granizo é um fator importante na produção de raios. Olhando para um livro sobre o assunto (Meteorologia hoje), encontramos que diz:

“As nuvens se tornam eletrificadas quando o granizo cai através de uma região na nuvem de gotículas super geladas e cristais de gelo. À medida que as gotas de líquido colidem com o granizo, congelam-se no contato e liberam o calor latente. Isso mantém a superfície do granizo mais quente do que a do entorno Quando o granizo entra em contato com um cristal de gelo, ocorre um fenômeno importante: os elétrons fluem do objeto mais frio para o objeto mais quente. Assim, o granizo se torna carregado negativamente. O mesmo efeito ocorre quando as gotículas super arrefecidas entraram em contato com um pedaço de granizo e pequenos fragmentos de gelo carregado positivamente. Estas partículas mais claras e positivamente carregadas são então transportadas para a parte superior da nuvem por correntes ascendentes. O granizo, deixado com uma carga negativa, cai no fundo da nuvem, então a parte inferior da nuvem se torna carregada negativamente. Essas cargas negativas são descarregadas no chão como relâmpagos.” [Meteorology Today p. 437]

Esta informação sobre o raio foi descoberta recentemente. Até 1.600 A.D., as ideias de Aristóteles sobre meteorologia eram dominantes nos países não muçulmanos. Por exemplo, ele disse que a atmosfera contém dois tipos de exalação, úmidos e secos. Ele também disse que o trovão é o som da colisão da exalação seca com as nuvens vizinhas, e o raio é a inflamação e queima da exalação seca com um fogo fino e fraco. [Obras de Aristóteles traduzidas para o inglês pp. 369 a & b]

Estas são algumas das idéias sobre a meteorologia que eram dominantes no momento da revelação do Alcorão, quatro mil e cem anos atrás.

Vamos agora, ver um pouco mais sobre a terra. Considere as montanhas e sua grandeza. É uma das formações maciças que nos pode dar uma pista sobre a origem da criação?

O Alcorão e as Montanhas

  • Atmosfera cai sobre a terra

    A Atmosfera Cai Sobre a Terra!

    Você sabe qual é o peso da atmosfera? Pode cair na Terra? O que o torna estável e ligado à…
  • Dez mandamentos do Alcorão

    Dez Mandamentos no Alcorão

    Dize: “Vinde, eu recitarei o que vosso Senhor vos proibiu: nada Lhe associeis. E ten…
  • Bíblia comparada ao Alcorão

    Bíblia Comparada Ao Alcorão

    Deve ser declarado no início deste trabalho, que os muçulmanos não procuram rebaixar ou pr…
Carregar mais artigos relacionados
Comentários estão fechados.

Verificar também

Por que Allah (Deus) Enviou Profetas?

As Pessoas Precisam De Profetas? Por que Deus Enviou Profetas? Um livro significativo requ…